Também arrisco desenhar...

Também arrisco desenhar…

Queria muito te conhecer numa livraria, não recear dar bom dia e me apaixonar de vez. É que eu não sei quebrar o gelo, e assim, mal encontro e logo perco. Nada lembra nós dois.

***

Não esconda teu rosto dos meus olhos, pela manhã. Nem interponha assim teu braço entre meu olhar e sua paisagem, se não for pra apoiar teu queixo nele e me ver, e emoldurar-se para ser admirado. Não me impeça de ter o que gratuitamente recebi da manhã e do aperto: a possibilidade de te ter na minha frente. Nunca mais tive.

Anúncios