Preciso de um muro caiado,
folha de caderno enorme [sem pauta]
gravador, espírita, psicografa!
As palavras de um homem na brisa.

A quem controlar a mão não consegue,
mas, a letra insiste, escapa.
Sina poética persegue,
pobre homem de vida farta.

Anúncios